Educação Infantil

Proposta Pedagógica

A Educação Infantil marca o início do processo de escolarização, e é considerada uma fase de grande importância na vida escolar.

No Pinheirinho nossos alunos são recebidos num ambiente acolhedor e, brincando, desenvolvem habilidades básicas, como autonomia, equilíbrio, coordenação, interação, ritmo. As atividades são planejadas desenvolver no aluno a compreensão do mundo que o cerca e proporcionar uma aprendizagem criativa, despertando o gosto de aprender.

A partir do Jardim I, utilizamos os cadernos Anglo, onde os conteúdos são ampliados gradativamente, desenvolvendo atividades de linguagem oral, escrita e leitura.

Matriz Curricular: Português, Matemática, História e Geografia, Ciências, Educação Física.

Atividades Diversificadas (inclusas na mensalidade): Musicalização, Dança, e Judô.

Programa Bilíngue – A partir do Maternal I.

Sistema Anglo

O material do Sistema Anglo de Ensino para Educação Infantil foi escrito para crianças, mas não é um material infantil: ele faz jus ao potencial cognitivo dos alunos.

Desvendando a cultura

Todos os volumes privilegiam o contato com o patrimônio cultural da humanidade. Compositores clássicos, pintores, grupos musicais regionais, orquestras, vestígios de antigas civilizações estão presentes nas atividades diárias dos alunos.

Os temas propostos estimulam, de modo prazeroso, a criatividade e a vontade de aprender.

Integração das atividades

Seguindo o Referencial Curricular do MEC, nosso material aborda o conteúdo adequado a cada nível sob uma visão multidisciplinar, integrando as áreas de Leitura e Escrita, Matemática, Natureza e Sociedade, Movimento, Artes Visuais, Música e Culinária.

Composição do material

Cada nível é composto de quatro volumes, todos multidisciplinares. De acordo com o nível, as crianças recebem material de apoio - por exemplo, conjunto de letras e caderno de linhas verdes.

Personagens "reais" - uma turma do "barulho"

Toda a coleção é ilustrada por personagens criadas especialmente para estimular as crianças na compreensão do mundo que as cerca. É a Turma do Luan, que vive e compartilha aventuras com os alunos.

Corpo docente capacitado

Os professores que utilizam o Sistema Anglo de Ensino recebem o Manual do Professor, que apresenta a fundamentação teórica do material, sugestões para o planejamento e a condução de todas as aulas, indicações de atividades extras, materiais e recursos didáticos.

Além disso, participam de treinamentos presenciais, conduzidos pelos próprios autores do material.

Atualização on-line

Sempre que desejarem, os professores podem trocar informações com os autores por meio de um canal de comunicação exclusivo, disponível na internet, e utilizar recursos de multimídia.

Um bom começo para os melhores resultados.

Ao término da Educação Infantil, os alunos terão adquirido competências essenciais à continuidade de sua vida escolar, com:

  • apropriação das noções básicas de leitura e escrita
  • compreensão do ambiente natural e social
  • capacidade de apreciar diversas manifestações artísticas
  • desenvolvimento de raciocínio lógico
  • incorporação de conceitos de ética e cidadania

Adaptação de Alunos Novos

Adaptação escolar:

Todos os alunos e pais passam por um processo de adaptação. Na maioria das vezes, o ingresso da criança na escola significa a primeira separação da família, e essa geralmente é a principal dificuldade a ser vencida. Para que ela seja superada da maneira mais tranquila e serena, é fundamental que a família confie no trabalho desenvolvido pela escola, e é importante que os pais estejam preparados e seguros para que possam, em parceria com os professores e profissionais que irão acompanhar seus filhos, encorajá-los, transmitindo a eles muita segurança, confiança e tranquilidade.

Dicas importantes para uma boa adaptação:

Todos os profissionais envolvidos com o período de adaptação estão preparados para oferecerem para as crianças desde o primeiro dia: carinho, afeto e atenção, num ambiente organizado, afetivo e tranquilo. Todo esse cuidado é tomado para que as crianças possam sentir-se seguras, amadas, valorizadas e principalmente felizes.

Antes de começar as aulas, converse com a criança (mesmo achando que ela não vai compreender) e tente explicar tudo de bom que irá lhe acontecer, estabelecendo franqueza e confiança desde o início.

No período de adaptação, tente não demonstrar seu nervosismo se a criança chorar, pois na educação infantil o choro é comum na separação, até mesmo para os alunos já adaptados (e nem sempre isso significa que a criança não queira ficar na escola). As despedidas devem ser firmes e rápidas: um beijo, um aceno, ou simplesmente um “até breve”, pois, dessa forma, a criança percebe que os pais confiam nos profissionais e na escola.

Nos primeiros dias de aula, procure fazer com que a criança entre andando na escola, ao invés de trazê-la nos braços. Isso ajuda na hora da separação.

Alguns “objetos” que fazem parte da vida cotidiana da criança (cobertorzinho, chupeta, brinquedo, etc.) podem contribuir para fazer uma ponte de ligação entre a escola e seu lar, é importante que a criança traga de sua casa, nos primeiros dias, algum desses objetos de estimação, tornando mais confortável a permanência no espaço escolar.

Procurem demonstrar para a criança que você gostaria que ela ficasse na escola e conhecesse seus novos amiguinhos, sua classe, os professores.

Tente não se atrasar (especialmente nos primeiros dias) no horário de buscar a criança. É importante cumprir os horários estipulados pela escola (período de 2 horas por dia).

Converse e troque experiências com outros pais que já passaram por esse momento. Certamente você vai perceber que a adaptação escolar não é um grande problema, e que tudo vai sendo normalizado gradativamente.

Evite comentários sobre as dificuldades na adaptação (se ela existir) na frente da criança.

Algumas crianças poderão ficar bem nos primeiros dias (novidade da primeira semana, curiosidade inicial), mas depois é muito comum que as crianças apresentem dificuldades e resistência em permanecer na escola. Isso é normal e esperado, pois elas começam a sentir a separação dos pais e as mudanças enfrentadas. O importante nesse momento é levá-la todos os dias à escola, mesmo que ela permaneça por um curto período de tempo. Estabelecer uma nova rotina exige paciência e muita persistência.

É muito importante que os pais não se sintam culpados por deixarem seus filhos na escola. Com certeza ela é o local ideal e mais adequado para a socialização, aprendizado e pleno desenvolvimento de seu filho.

É de suma importância que a família também se prepare para o período de adaptação. Preparar, organizar e garantir a tranquilidade e confiança necessária aos momentos que antecedem, até a chegada à escola, contribui para que a criança adapte-se progressivamente ao novo ambiente e às novas experiências. Portanto, seja forte e decidido!

O essencial para cada criança não é necessariamente a quantidade de tempo que ela passa ao lado de seus familiares, e sim o amor, a dedicação e a responsabilidade de construir seu caráter, sua educação, seus valores e de forma segura e com qualidade.

Nesse período de adaptação, qualquer que seja o problema ou dúvida, procure a coordenação ou direção da escola para que possamos esclarecê-la, uma vez que a atenção dos professores estará total e exclusivamente voltada às crianças.

É previsível e normal a dificuldade de adaptação, o choro, etc., mas não mediremos esforços para assegurar o apoio e o carinho necessário para que seu filho supere com naturalidade esse momento.